Vinhos portugueses voltam a cativar figuras públicas angolanas

Jun 01, 2015

Vinhos portugueses voltam a cativar figuras públicas angolanas.jpg

 

A segunda de quatro edições do “Clube Vinhos de Portugal” contou com alguns dos mais reputados nomes da esfera pública nacional

 

 O “Clube Vinhos de Portugal”, uma iniciativa dos Vinhos de Portugal em Angola, reuniu-se pela segunda vez em Luanda, num jantar exclusivo no restaurante Kitanda da Esquina. A carta de vinhos acompanhou a ementa da autoria Chef de cozinha Fábio Ramos.

 

Grandes nomes da sociedade angolana aderiram à iniciativa e tornaram-se Membros do “Clube Vinhos de Portugal”: Pedro N’zagi, Ernesto Bartolomeu, Sérgio Rodrigues, José Guerreiro, Helt Araújo e Kumuênho da Rosa. Evaristo Mulaza, Administrador do jornal Nova Gazeta, e Mateus Gonçalves, Director da LAC, juntam-se ao clube nesta segunda edição.

 

O principal objectivo do “Clube Vinhos de Portugal” é dar a conhecer a cultura do vinho luso a um conjunto de personalidades angolanas. Os Membros do Clube saborearam os vinhos, conheceram a sua história e as uvas que lhe deram origem, partilharam conhecimentos e experiências na companhia de um dos mais reputados especialistas de Portugal: Luís Lopes, director da Revista de Vinhos.

 

“O prazer do vinho está também associado ao conhecimento. Saber o que deu origem ao vinho que temos no copo, ouvir a sua história, decifrar os seus aromas e sabores, aprender a associá-lo aos pratos mais adequados, tudo isso ajuda a tirar mais partido dele, a apreciá-lo melhor”, explica Luís Lopes.

 

“A ideia do Clube Vinhos de Portugal é criar em Angola um grupo de profundos conhecedores de vinho, pessoas que possam no futuro transmitir esses conhecimentos aos seus amigos e às pessoas com quem interagem”, acrescenta.

 

Neste evento periódico dos Vinhos de Portugal em Angola vão reunir-se pessoas com interesses comuns: o vinho, a gastronomia, a cultura e, é claro, o prazer de uma boa conversa à mesa. Anualmente os seus membros serão convidados a visitar Portugal e conhecer o que de melhor o país tem para oferecer em termos de Vinho, Gastronomia, Enoturismo e Lifestyle.

 

“Os angolanos já têm o mais importante: apreciam vinhos. Aliás, os angolanos são o povo de África que tem uma relação mais próxima com o vinho enquanto consumidores. Conhecer as regiões, as variedades de uvas, os diferentes tipos de vinho, a melhor forma de o servir em casa ou de o saborear à mesa, é algo que vem depois e que ajuda a fortalecer essa relação. O Clube Vinhos de Portugal visa dar um contributo nesse sentido.”, explica Luís Lopes.

 

As Entradas, Lascas de bacalhau e Laminas de cherne, foram servidas na companhia de um Murganheira Vintage. As duas opções de prato de peixe, Lombo de Atum corado com batata doce e Polvo confitado com tomate assado no forno especiarias e amêndoa, foram acompanhados por vinhos brancos: Casual Tejo branco e Morgado de Sta. Catherina Bucelas branco. A escolha nos vinhos tintos, fiéis acompanhantes de pratos de carne, recaiu sobre um Principal Grande Reserva Bairrada tinto e um Quinta da Bacalhoa Península de Setúbal tinto, servidos com Lombinho de porco com migas de couve-flor e molho de farinheira ou Lombo de novilho com vinagrete e molho de manteiga. As sobremesas, Pudim de abade de priscos ou Tarte de caramelo com ginguba, foram adocicadas por um Alambre Moscatel de Setúbal 2008.

 

Os jantares realizam-se quatro vezes ao ano, em restaurantes diferentes, com ementas e vinhos escolhidos para a ocasião e com cerca de dois vinhos por prato. O primeiro jantar do Clube Vinhos de Portugal teve lugar em Abril, o segundo em Maio e os seguintes realizam-se entre Junho e Outubro, com datas e restaurantes ainda por definir.

 

O “Clube Vinhos de Portugal” faz parte do plano de marketing dos Vinhos de Portugal para 2015, em Angola, no qual se insere, entre outros eventos, a grande Prova Anual (30 de Junho em Benguela e a 3 de Julho em Luanda). A Prova Anual leva a Luanda os melhores produtores de vinhos portugueses, de norte a sul do país.

 



Tags:
Category: News

Add Pingback

Please add a comment

You must be logged in to leave a reply. Login »